fbpx

ESCALAR Mídia Indoor

TV no ônibus: levando conteúdo e pessoas diariamente

Nada mais entediante é ter que ficar sentado em um ônibus sem ter algo para fazer. Alguns até que conseguem ler, escutar música e até dormir. No entanto, a realidade é de ficar entediado enquanto não chega no seu destino. Esse é um dos motivos que fazem com que muitas empresas decidam colocar tv no ônibus.

O uso de TV já é notável e é uma realidade em shoppings, supermercados e lojas. Recurso usado na mídia indoor. E, por que não a trazer também em um ambiente de transporte coletivo, como os ônibus? Para isso, é preciso compreender 2 coisas: por que colocar tv no ônibus e qual conteúdo passar.

Por que investir em uma TV no ônibus?

TV no ônibus

Na medida que a tecnologia avança, a forma de transmitir conteúdo vai se renovando e mesmo com o avanço do mundo digital, a televisão é ainda hoje o veiculo de comunicação e informação que faz parte do dia a dia dos brasileiros. Portanto, usá-la em ambientes com uma boa movimentação de pessoas, é uma forma de marketing de atrair o público para o seu estabelecimento e ter mais visibilidade no mercado.

Os ônibus para muitas pessoas é o único meio de transporte acessível, seja para ir ao trabalho ou viajar. O fato é que é um meio de transporte de intenso movimento e em muitas vezes nada confortável e atrativo para o público. Com isso, investir em um monitor de Tv pode fazer da monotonia uma distração durante a viagem.  Para quem está em pé por exemplo, não há dúvidas que a pessoa não preste atenção no que está passando na tv podendo assim, fazer com que o tempo de chegar ao destino e o cansaço por estar em pé fique um pouco de lado e se torne mais atrativo e de interesse com a programação transmitida.

A empresa que opta investir nesse tipo de recurso, chama mais atenção por onde passa, atraindo mais clientes.  Outra vantagem é ter um lucro com os anúncios das marcas e empresas parceiras, já que muitos patrocinadores procuram os ônibus pela abrangência do meio e pela possibilidade de a propaganda ser repetida pela quantidade de vezes maior que em outro local, pois não existe tanta competitividade.

Qual conteúdo transmitir?

TV no ônibus

Essa pode ser uma dúvida frequente para a maioria das empresas de ônibus. Primeiramente, é fundamental conhecer o público-alvo. Feito isso, é preciso começar a fazer a segmentação da programação.  Ter uma programação que seja de interesse das pessoas e que faça parte da lógica do ambiente é certeza de dar certo e atrair o público. Os conteúdos precisam ser pensados visando o tempo de duração deles, a sua importância dentro de um coletivo e o seu grau de entretenimento.

As principais programações que estão presentes nesse meio de transporte são:  previsão do tempo na cidade e regiões, noticias e curiosidades. Mensagem de como se comportar no ônibus, bom convívio com os outros passageiros e sobre o coletivo onde você se encontra fazem parte também da programação de uma tv no coletivo. Sem falar nas informações de rota e horários. Em meio á isso, as propagandas vão se intercalando, comum as de operadora de celular e tvs por assinatura. Elas aparecem repetitivamente, captando mais de uma vez a atenção dos passageiros.

A quantidade de monitores em um ônibus varia de empresa para empresa e do tamanho do transporte. Geralmente, são colocados 2. Um fato importante é que ao ser instalado esse recurso, o som da tv é desligado. Isso se deve aos vários motivos, um deles é para não causar poluição sonora e para que os passageiros consigam ler e conversar sem serem afetados pelo som. No entanto, o som não é algo proibido, desde que a empresa respeite o nível dele.