fbpx

ESCALAR Mídia Indoor

Como montar um vídeo wall e seu diferencial

Você já ouviu falar de video wall? Como o nome sugere, o video wall é literalmente uma “parede de vídeo”. Também chamada de display wall, trata-se de uma solução para os problemas de marketing de sua empresa. Através das vantagens do digital signage (“sinalização digital”, em tradução livre), você pode melhorar a visibilidade do seu marketing e atrair mais atenção para o conteúdo veiculado.

Vivemos em tempos com muita influência digital em nossas vidas. Todos os dias, temos que dividir a nossa atenção entre diversas telas, anúncios, outdoors etc. Saber tirar proveito desse formato digital a que o cérebro do ser humano urbano moderno se acostumou pode ajudar muito na divulgação de sua empresa.

O video wall nada mais é que o uso do recurso de telas e monitores digitais para a veiculação de anúncios e conteúdo de marketing indoor, mas também funciona como uma maneira de chamar a atenção dos clientes para o seu negócio e os produtos/serviços ofertados. O efeito estético da decoração também é atingido graças ao aproveitamento das paredes de seu estabelecimento.

 

Estratégias de marketing

 

Além de todos esses fatores mencionados acima, o video wall também se mostra entre as melhores alternativas de publicidade no quesito de relação custo-benefício. O formato digital tem muito mais chances de atrair a atenção de transeuntes para o seu estabelecimento. É muito difícil a pessoa não desviar os olhos para as telas nem que seja apenas por alguns segundos. E esses segundos são essenciais para conseguir ganhar um potencial novo cliente.

Como benefício extra, o video wall não apresenta custos muito altos para dar início à operação de anunciar. Tampouco apresenta maiores dificuldades logísticas e financeiras para a manutenção de seus equipamentos. Como veremos no tópico adiante, tudo que você precisa para começar a atrair a atenção de novos clientes com digital signage são apenas alguns monitores, LEDs ou LCDs. Exploraremos um pouco mais essas opções e outras dicas adiante.

Quando se cuida de iniciar uma operação de digital signage, a posição onde o video wall será instalado é essencial e deve ser pensada e executada de maneira estratégica. A localização deve ser estudada antes de se posicionar o video wall, de modo a ter a maior exposição aos olhos de transeuntes quanto possível. Exemplos bem sucedidos desse tipo de marketing incluem painéis instalados na entrada de shopping centers, halls de entrada de boates e eventos, vitrines e caixas de lojas, isto é, locais onde a circulação de pessoas é ampla, permitindo uma maior exposição à clientela em potencial.

 

Dicas de ajustes, resolução, telas e softwares (Escalar)

 

Agora tratemos um pouco mais da parte logística e técnica do video wall, dando algumas dicas para melhorar a sua estratégia de publicidade.

Em primeiro lugar, um video wall por definição nada mais é que uma série de telas colocadas próximas umas das outras, dando a impressão de constituir uma só grande tela. Por isso, é muito importante selecionar o tipo de monitor mais adequado para os objetivos em vista.

A opção do painel LED não nos parece a mais adequada, pois o espaço entre os diodos emissores de luz (da sigla em inglês “LED”) pode comprometer a resolução do conteúdo e obrigar os espectadores a se afastarem mais da tela para poderem ver/ler a informação exposta. Talvez investir em opções como telas LFD e LCD traga um melhor retorno no longo prazo.

Por fim, é importante ter um software adequado para administrar toda essa operação de maneira prática e ágil. Nesse sentido, as soluções oferecidas pela empresa Escalar estão entre as melhores do mercado. Para montar a sua operação de video wall, é preciso adquirir o player Alphasignage, oferecido pela Escalar, e um controlador de video wall, que deve ser adquirido por conta própria. Além disso, o estabelecimento deve ter uma estrutura mínima de uma entrada de imagem e saída para quatro monitores. O custo para pôr em pé toda essa montagem de digital signage irá depender de alguns fatores, como a quantidade de telas a serem empregadas no marketing.

Concluindo, parece-nos que as empresas devem, cada vez mais, encontrar soluções práticas e logisticamente viáveis para suas estratégias de marketing, a fim de acompanharem a evolução das novas tecnologias e se manterem em um nível competitivo em relação à concorrência.